Experiência e Responsabilidade em Soluções Ambientais

Serviços de recomposição vegetal para prevenção e proteção de solos contra processos erosivos.

Qual tipo de Hidrossemeadura se aplica a sua obra?

Hidrossemeadura

A Hidrossemeadura é uma excelente técnica para prevenção e contenção de processos erosivos. É preparada levando em conta as características específicas de cada área, incluindo o tipo de solo, inclinação, clima, aspecto paisagístico e objetivos do projeto. As espécies de plantas a serem utilizadas são cuidadosamente escolhidas visando o rápido recobrimento das áreas e o estabelecimento de uma vegetação duradoura.

Hidrossemeadura com Biomanta Vegetal

Em locais onde só com a hidrossemeadura não é possível promover a recomposição vegetal, como em taludes muito ingrimes, a Biomanta Vegetal deve ser utilizada. Ela é confeccionada com fibra de coco, e/ou palhadas. A sua aplicação garante a proteção imediata contra o efeito dos agentes erosivos, processos de deslocamento e mobilização de partículas. Podem ser aplicadas diretamente sobre o local que se deseja proteger, com finalidades estéticas, ambientais e para estabilização do solo.

Hidromanta Verdemax

A HIDROMANTA PROJETADA utiliza Mulch de Fibra de Madeira processada (termo mecanicamente) com aditivos e polímeros hidroabsorventes que formam uma manta projetada homogênea e de alta aderência, representando uma evolução nos processos de controle de erosão. Vantagens do Mulch de Fibra de Madeira:

Grama em Placas (Enleivamento)

A utilização de grama em placas é uma ótima solução de cobertura vegetal para locais onde o paisagismo é prioridade. Para áreas públicas as espécies mais utilizadas são da grama Esmeralda e São Carlos. Estas espécies tem boa tolerância ao pisoteio, resistência a seca, de fácil manutenção, excelente para o controle de erosão.

Capim Vetiver

O Sistema Vetiver é uma técnica muito eficiente no controle da erosão. Esta técnica consiste em aplicar o capim-vetiver em fileiras horizontais devidamente espaçadas em função da inclinação da encosta. Ao se desenvolver, o sistema de raízes da planta que chega a 3 metros de profundidade promove um grampeamento natural do solo, aumentando a estabilidade da encosta em até 200%.

A parte aérea da planta forma touceiras que ao se unirem umas as outras criam uma barreira natural que além de reter a terra, segura a água que ao invés de descer a encosta como uma enxurrada, perde velocidade e não danifica o solo.

Artigos Recentes

Em quais situações a hidrossemeadura é indicada?
06out

Em quais situações a hidrossemeadura é indicada?

Como vimos no blogpost anterior, a hidrossemeadura consiste em uma mistura de sementes adubos minerais,

O que é hidrossemeadura?
24set

O que é hidrossemeadura?

Falar sobre recuperação e restauração ambiental é muito amplo, afinal, quando se trata de meio

Papel das plantas no controle de erosão
12jul

Papel das plantas no controle de erosão

A engenharia civil vem utilizando de plantas em diversas obras, com o objetivo de contenção

Inscreva-se para receber novidades e conteúdos exclusivos

FALE CONOSCO

ONDE ESTAMOS

Open chat
Posso te ajudar?